Covid-19 Destaque IPIs Mundo Noticias Pandemia Saúde Transporte Vítima www.ZUMPE.com.br

Obrigatoriedade do uso de máscaras é questionada após menina de 13 anos desmaiar em ônibus escolar e morrer

Uma garota de 13 anos desmaiou na Alemanha em um ônibus escolar e morreu no hospital. Alguns temem que sua máscara obrigatória possa ter causado essa tragédia.
A estudante desmaiou no ônibus escolar na tarde de segunda-feira (7) e morreu pouco depois. De acordo com a polícia, houve uma emergência médica no ônibus em Büchelberg, na Alemanha, por volta das 13h45.
Ela e seus 32 colegas (todos sentados) estavam voltando para casa no ônibus. Os bombeiros voluntários locais cuidaram dos 32 ocupantes do ônibus escolar, enquanto a menina de 13 anos recebeu atendimento médico de equipes de resgate, foi reanimada, mas faleceu no hospital, em Karlsruhe, para onde foi levada.
O Ministério Público de Karlsruhe está investigando o caso e espera o primeiro conhecimento da causa da morte em uma semana, no mínimo. Foi solicitado uma autópsia. Segundo as autoridades, não há evidências de dívidas de terceiros.
A parlamentar do partido de direita AfD, Dra. Birgit Malsack-Winkemann, questionou nas redes sociais se a máscara pode ter sido a culpada pelo trágico acontecimento. Além disso, ela pediu que o caso fosse esclarecido rapidamente, afinal, a saúde e integridade das crianças estão em risco.
Valores prejudiciais de CO2
A preocupação de que a exigência de máscara possa ter contribuído para a trágica morte da menina está agora encontrando um novo terreno. Um perito juramentado da Áustria provou que os valores de CO2 sob as máscaras aparentemente até excedem os valores-limite legalmente permitidos – e, portanto, provavelmente prejudiciais à saúde – relatou a Wochenblick com exclusividade.
O Eng. Dr. Traindl, perito juramentado, engenheiro de proteção técnica do meio ambiente, química técnica e ciências da terra, mediu os valores de CO2 de uma máscara protetora feita por ele mesmo e duas disponíveis comercialmente. Ele descobriu que os valores máximos permitidos para locais de trabalho foram excedidos muitas vezes. Isso não significa apenas que o uso obrigatório de máscaras prescrito aos cidadãos é uma condição ilegal, mas de acordo com todos os conhecimentos médicos, esse ar respirável também é considerado anestésico agudo e perigoso para a saúde.
Segundo Traindl, uma concentração de 8% ou mais de CO2 no ar que você respira por um período de 30 a 60 minutos pode levar à morte. Antes disso, surgem dores de cabeça, falta de concentração e inconsciência. O problema físico é que o CO2 é um gás denso e tende a afundar e se acumular em sumidouros adequados; 4 a 5% são considerados “entorpecentes”.
Em um artigo sobre os riscos do gás de fermentação, os cientistas Eng. Harald Scheiblhofer e Eng. Herbert Stifter explicaram os níveis de perigo em detalhes: sonolência e baixa concentração podem ocorrer a partir de 0,5%, a frequência respiratória e o pulso aumentam e o centro respiratório fica irritado a partir de 2%. A partir de 4%, ocorrem problemas de circulação sanguínea no cérebro, tonturas, náuseas e zumbidos nos ouvidos são possíveis. O traiçoeiro sobre o CO2 é o fato de que você não consegue sentir o cheiro, então leva à morte em grande parte porque chega sem aviso.

Related posts

Aracatu: Carreta carregada com milho tomba às margens da BA-262

NS.ZUMPE

Caculé: Homem que “passou mal” em motel era foragido da justiça e responde pela acusação de homicídio

NS.ZUMPE

Porto Alegre: Casal é executado com quase 80 tiros, dentro de residência invadida por atiradores

NS.ZUMPE

Deixe o seu Comentário

Prove que é Humano *