Segundo a Sesab, Conquista notificou 3.951 casos ao estado através do sistema. Destes, 107 foram confirmados e 925 descartados. Os 2.919 casos restantes não tiveram qualquer atualização por parte do município, mantendo-os em aberto e fazendo constar nos dados estaduais como suspeitos. A não atualização dos dados no sistema tem provocado uma estabilização do número de casos no município, conforme boletim da Sesab.

No último sábado (23), Conquista apresentava 105 casos confirmados da doença. Seis dias depois, apenas dois outros casos foram registrados. Os dados do governo estadual confrontam-se com os divulgados pela prefeitura de Vitória da Conquista no início da noite desta sexta-feira (29), quando o boletim municipal informa 1.412 casos notificados, 973 descartados, 134 confirmados e 305 suspeitos.

O município registra ainda cinco óbitos e 100 pessoas recuperadas. A incompatibilidade de dados também surge no número de testes. Enquanto a Sesab diz que foram feitos 1.071 exames laboratoriais em Conquista, além de 7.080 testes rápidos enviados ao município, a Secretaria de Saúde Conquistense informa a realização de 1.065 testes laboratoriais e 3.200 rápidos durante a pandemia. Conquista, apesar de terceira maior cidade do estado, aparece na 38ª posição em número de casos ativos na Bahia, além de ser apenas o 23º município em número de testes encaminhados ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Fonte: Bahia Notícias